sexta-feira, julho 20, 2007

Dec. Lei 247/2007 de 27 de Junho - Regime Jurídico dos Corpos de Bombeiros


Este documento já não é novidade para a maioria de nós uma vez que muito se falou antes da sua aprovação e publicação. Penso ter vindo na sequência de mais uma reestruturação, reorganização e renomeação da estrutura dos Bombeiros portugueses, mas sobre este assunto eu já dei a minha opinião aqui em alturas anteriores...

No entanto, o que eu gostava de conseguir aqui era uma discussão sobre este novo diploma e saber qual a opinião de todos aqueles que já têm conhecimento deste documento, para assim percebermos melhor o que mudou. Eu pessoalmente tenho algumas dúvidas, mas vou esperar pelo início da discussão. Vá lá... vamos fezer isto ao jeito do Prós e Contras da RTP... :)

Para os interessados, aqui fica o >Dec. Lei 247/2007 de 27 de Junho - Regime Jurídico dos Bombeiros<

4 Comments:

Blogger Paulo Ferreira said...

Perdemos mais coisas do que ganhamos, e aquelas que ganhamos duvidam que alguma vez sejam compridas.

O desconto de anos para a reforma fica-mos a perder, mas fomos inseridos novamente nas profissões de risco a nível da saúde, mas se antigamente já era-mos e ficamos de fora de campanhas de vacinação e de prevenção, nada me garante que as coisas se modificaram.

O problema mais grave é que não existe diferença entre os Bombeiros que comprem dos Bombeiros que são bombeiros com as fardas dos outros, mas que gozam das mesmas regalias.

10:31 da tarde  
Blogger Joao Soares said...

Informo que o seu blogue está de parabéns e encontra-se no meu Dossier Arvores, Jardins e Florestas
http://bioterra.blogspot.com/2007/05/dossier-arvores-e-floresta.html
Cumprimentos
João Soares
http://bioterra.blogspot.com

5:13 da tarde  
Blogger Nuno Brown said...

Obrigado pelas suas palavras... e pela divulgação. Vamos ver se isso faz com que mais pessoas participem nos temas e que contribuam para as trocas de ideias...

8:15 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

por exemplo os bombeiros estagiarios que ingressam na faculdade antigamente tinham isençao de porpinas logo no 1º ano agora não o têm e tem de ter no minimo 2 anos no quadro activo que só será alcançado normalmente no 2º ano da faculdade ...assim se vê que vivemos num pais de chulos e ladroes de fato e gravata

10:24 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home